Record volta a atacar Rede Globo; alvo é minissérie “O Canto da Sereia”

Programa vai ao ar aos domingos à noite (Foto: Divulgação)

O programa "Domingo Espetacular" voltou a atacar a Rede Globo no último domingo (13). A atração jornalística criticou o cunho religioso da minissérie "O Canto da Sereia" e da novela "Salve Jorge".

Leia mais:
400 funcionários da Rede Record são demitidos
Raul Gazolla tira satisfação com a Record sobre entrevista com Guilherme de Pádua

Do outro lado do "ringue", a Record usou como justificativa uma matéria de um pastor, que condena a produção e o livro de Nelson Motta por fazer apologia ainda à bissexualidade, já que a protagonista da história na TV, vivida por Isis Valverde, tem um romance com a personagem de Camila Morgado.

Além disso, segundo o pastor, a minissérie promoveria também a religão de origem afriana, candomblé. Para a emissora do bispo, a Globo desprezou as outras religiões ao oferecer voz e ao dar mais importância a somente uma delas.

A reportagem do "Domingo Espetacular" ainda defende que o “Festival Promessas”, promovido pela emissora carioca com cantores evangélicos, é um golpe de marketing. Nesse caso, alguns pastores evangélicos ligados à Record estariam incomodados com o sucesso do evento.

Em resposta, a Rede Globo afirmou, segundo o jornalista Fernando Oliveira, do site "iG", que a sua programação é laica e que não tem a intenção de influenciar o credo do público.

O mesmo programa da Record já havia atacado a Globo em pelo menos dois episódios: a briga do diretor do "TV Xuxa", no Twitter, com os fãs do desenho "Pica-Pau" (da Record) e a exibição de uma matéria sensacionalista com Guilherme de Pádua, assassino de Daniela Perez, filha de Glória Perez, autora justamente de "Salve Jorge".

Carregando...

YAHOO TV NO FACEBOOK