Mateus Solano sobre beijo gay: ‘Puxou o tapete de muita gente preconceituosa’

Beijo exibido no último capítulo da trama das 21h (Reprodução)Mateus Solano, 32, e Thiago Fragoso, 32, participaram do "Fantástico" neste domingo (2) e comentaram sobre a grande repercussão que teve o beijo gay que ambos protagonizaram no final de "Amor à Vida".

Leia também:
Beijo gay foi básico, mas significativo
Globo justifica beijo gay em novela
Ex-BBB e tetracampeão de paracanoagem mostra superação e aparece em pé em foto

"Puxou o tapete de muita gente preconceituosa que acabou gostando do casal e até torcendo pelo tal do beijo, né?", disparou o intérprete do ex-vilão Félix.

Já para o ator que viveu o mocinho Niko, os telespectadores queriam a felicidade dos personagens da novela. "O público se apaixonou por esses dois e torceu para que eles fossem felizes e ficassem juntos. Esse foi o grande passo. O beijo foi uma consequência, e aí que o tabu realmente perdeu importância porque as pessoas já estavam torcendo pela felicidade deles".

Sobre a intensidade do beijo, Mateus explicou: "Se fosse só um estalinho, acho que seria covarde. Então foi na medida certa do que o público estava esperando e precisando. E a gente chamou de beijo Tarcísio Meira, porque é um beijo com a boca fechada, mas longo", disse ele.

Para Thiago, o momento foi bem planejado e o foco era ressaltar o carinho entre os dois. "Foi muito pensado como a gente poderia fazer aquilo de forma afetuosa, de forma carinhosa", falou.

Carregando...