Em Off

Equipe de “Meu Pedacinho de Chão” acredita que estética não vai espantar o público. Será?

Foto: Divulação

Quem já viu as chamadas de "Meu Pedacinho de Chão", próxima novela das seis, já se espantou ou ao menos imaginou que se trata de uma trama infantil. Nada disso. A história, apesar de não parecer é adulta, fala sobre educação, reforma agrária, política, amor. Enfim, tem todos os elementos de um novelão. A diferença agora é a estética. A trama ganhou um visual lúdico com uma caracterização meio mambembe que chama a atenção do telespectador no horário da seis (e lembra o sucesso "Hoje é Dia de Maria", ali´s, tem o mesmo diretor). A trama tem elenco reduzido e vai durar 105 capítulos.

"É uma aposta da emissora. Uma mistura de gêneros: comédia, drama, faroeste, romance. Estamos fazendo com todo cuidado. Não sei se vai ter sucesso, mas será um primor. Se for me pautar pela audiência, não trabalho", disse Luiz Fernando Carvalho, que assume a direção da novela de Benedito Ruy Barbosa, durante a coletiva da trama que ocorreu na noite de quinta-feira no Rio.

Foto: Divulgação

Benedito, que está com 83 anos, diz não considerar a trama um remake, justamente porque ela ganhou uma roupagem completamente diferente da primeira versão (exibida em 1971 na Cultura e na Globo) e traz novos temas que não puderam ser abordados na época. "Prefiro chamar de continuação", disse ele. Juliana Paes que viverá uma madrasta boa disse que novela tem muita cenas dramáticas que extrapolam a coisa do lúdico. "Não é só fantasia. Tem muito drama, cenas bem fortes e dignas de uma novela das seis".

Vamos aguardar. Duas amigas noveleiras do blog apostam no fracasso da produção. "Está muito infantil", reclamaram. Na minha humilde opinião, das duas uma: ou a novela será um inesquecível fracasso ou cairá no gosto do público e será sucesso. Não haverá meio termo. Opiniões à parte, vamos ao que ocorreu na coletiva.

Foto: Agnews

O elenco estava muito animado. A trama de poucos atores (cerca de 20), daí a união ser mais visível. Chamou a atenção o fato de muitos artistas estarem de cabelos pintados. A protagonista Bruna Linzmeyr como se sabe está com as madeixas cor de rosa. Bruno Fagundes, filho de Antonio Fagundes, Rodrigo Lombardi estão com os cabelos avermelhados. "Demorou para chegar nesse tom. Teve um tempo que o meu cabelo estava cenoura", diz Bruno, que faz sua estreia em novelas. "Por mais que eu tenha toques do meu pai, é uma linguagem nova, completamente diferente do teatro, que estou aprendendo", completou.

Veja também:
Em tom de fábula, "Meu Pedacinho do Chão" dá trabalho e atrasa gravações
Protagonistas de "Meu Pedacinho do Chão" mudam visual radicalmente

Osmar Prado, que será o vilão da história, como sempre, estava muito simpática, porém procurava levar tudo que lhe perguntavam para lado da político, ideológica e se exaltava ao falar da situação do país. Bruna estava um pouco travada no começo do evento, mas foi se soltando. Feliz mesmo estava Benedito Ruy Barbosa, claro. Em um determinado, quando foi subir ao palco, ele tropeçou, mas foi logo amparado pelos colegas. Outro que estava muito radiante era Antonio Fagundes. "Queria muito estar nesta produção. Tenho feito poucos personagens cômicos na TV e não queria perder essa oportunidade".

Quem foi até a cidade cenográfica teve a impressão de estar dentro de uma festa junina gigante. Ao final da coletiva, os atores cantaram uma moda de viola para homenagear o autor da trama. Foi emocionante.

Carregando...

Sobre Janaína Nunes

Formada em 1997 pela Universidade Metodista de São Paulo, Janaína Nunes foi repórter do "Diário do Grande ABC", "Agora SP", revista "Minha Novela" (editora Abril) e "Diário de São Paulo". Antes de assumir o blog Em Off, em 2012, cuidava da coluna Olá, do "Agora São Paulo". Ligada nos bastidores da TV, Janaína conta diariamente em primeira mão tudo que rola dentro e fora das telinhas.